Ocorreu um erro neste gadget

sábado, 21 de agosto de 2010

Um Novo Iluminismo?



"Porque acho que podemos estar a 150 anos de algo como um novo iluminismo.


(..)
Primeiro, menos gente na mesma quantidade de terra faz com que o investimento em imóveis não seja uma boa aposta. Nas cidades, grande parte do custo dos imóveis é na verdade um valor especulativo. Sem especulação imobiliária, o preço da terra cai, e isso começa a diminuir o impacto na pobreza mundial.


Segundo, um declínio populacional significa mão-de-obra escassa. Falta de mão-de-obra causa aumento nos salários. Com salários maiores também diminui a carga sobre os pobres e os trabalhadores. Não falo de uma queda radical na população como aconteceu na Peste Negra. Mas veja o que aconteceu na Europa depois da Peste: aumento salarial, reforma agrária, inovação tecnológica, nascimento da classe media. E depois disso, movimentos sociais progressistas como a Renascença, e depois o Iluminismo.


A maior parte da nossa herança cultural tende a olhar para trás romantizando o passado. Todas religiões do ocidente começam com a idéia do Éden (Paraíso), passam por em um presente de libertinagem, e acabam em um futuro muito negativo. Vejam que a historia da humanidade é vista como um tipo de descida ladeira abaixo, partindo dos bons e velhos tempos.


Mas acredito que teremos outras mudanças cerca de duas gerações após o topo desta curva, assim que os efeitos do declínio populacional começarem a se estabelecer. Neste ponto, começaremos a romantizar o futuro novamente, no lugar do brutal e desagradável passado.
(...)
E temor pelo futuro leva a decisões precipitadas. Se tivermos uma visão positiva do futuro poderemos acelerar essa virada, ao invés de irmos para o precipício."


Comentários:
O horizonte temporal de Alcom parece-me equivocado. Se Kurzweil às vezes parece excessivamente precipitado ou ousado em suas previsões, Alcom vai pelo caminho oposto ao valar em "século XXII". Desconsidera o movimento acelerado das transformações, o caráter exponencial que essas mudanças realmente parecem ter. Assim como o mundo entre 1900-2000 mudou mais rapidamente que o século anterior (1800-1900), as mudanças de 2000 a 2100 provavelmente serão ainda mais radicais, provavelmente próximas das projeções de Kurzweil. Alcom ainda desconsidera o impacto que o desenvolvimento da inteligência artificial poderia ter enquato fator de poupança de mão de obra humana. Fora isso, sua ideia geral de que um mundo de mais abundância e menor carga de trabalho poderia se assemelhar, de alguma forma, ao Iluminismo do século XVIII é atraente.
Um mundo democrático comprometido com o progresso e generalização do bem-estar humano é bem mais interessante do que o cenário atual, ignorante, conflituoso em que a superpotência mundial (cujos presidentes para agradar ao leitor mediano dizem conversar com Deus) se mete em conflitos desastrados em busca de petróleo e não preza minimamente pelo respeito dos direitos humanos (Graig Murray que o diga). Vale a pena citar a bela passagem de Christopher Hitchens (cuja biografia é maculada pelo infortúnio de defender a Guerra do Iraque):

"Acima de tudo, estamos necessitados de um Iluminismo renovado, que se baseie na proposição de que o devido objeto de estudo da humanidade é o homem - e a mulher. Esse Iluminismo não precisará depender, como seus antecessores, das descobertas heróicas de algumas poucas pessoas bem-dotadas e excepcionalmente corajosas. Ele está ao alcance da pessoa comum. (...) A busca de investigações científicas ilimitadas e a disponibilidade de novas descobertas para multidões de pessoas por meios eletrônicos simples irão revolucionar nossos conceitos de pesquisa e desenvolvimento. (...) E tudo isso, e mais, está, pela primeira vez em nossa história, ao alcance ou nas mãos de todos."

Um comentário:

  1. Que blog!

    Bom para mim, e se depender do esforço que farei, o fim do sistema monetário perante a economia baseada em recursos do Jacque Fresco será a grande mudança do século XXI e da história da humanidade como um todo. Você já falou sobre o Projeto Venus? Gostaria de ler algo sobre escrito por você.
    Parabéns de novo, vou continuar lendo.

    ResponderExcluir