Ocorreu um erro neste gadget

domingo, 11 de setembro de 2011

Inside Job: colocando as raposas para vigiar o galinheiro





Pensamentos que me acometeram depois de assistir o documentário "Inside Job" (http://www.youtube.com/watch?v=tytH0CQSsXo):

1- Pensava que a elite norte-americana era mais esperta;
2- Pensava que o povo americano e os promotores federais dos EUA eram bem mais espertos;
3- Para a prudente e paciente China se tornar o poder dominante, não vai ser preciso dar um tiro sequer. Basta os EUA continuarem fazendo "business as usual";
4- Bendito seja o país que é capaz de financiar, premiar (com o Oscar) e divulgar pelo mundo um filme como "Inside Job". Na China ou na ex-URSS, o diretor e sua equipe poderiam ser premiados com uma bala de fuzil (para cada um);
5- Se eu fosse eleitor americano, não premiaria Barack Obama com a reeleição (a não ser que eu descobrisse que, na casa dele, ele também coloca as raposas para vigiar o galinheiro);
6- O EUA deveriam substituir a mentalidade do dinheiro ilusório pela mentalidade da abundância, tal como defendida por Peter Diamandis (http://www.diamandis.com/?page_id=17) ou Peter Thiel (http://www.tedxsv.org/?page_id=516).

Nenhum comentário:

Postar um comentário