Ocorreu um erro neste gadget

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Um português na Singularity University





Pode-se criticar a SingularityU em certos aspectos. Eu, por exemplo, acho que os cursos muito curtos e caros, e a universidade em alguns aspectos lembra mais uma universidade corporativa (no estilo da McDonald's University) que uma universidade propriamente dita. Por outro lado, falta às grandes e tradicionais universidades um ingrediente principal: a inspiração e entusiasmo para transformar positivamente o mundo. Pelo único fato de inspirar e mobilizar inteligências do mundo inteiro a trabalharem por um futuro melhor, de colocar grandes inteligências a serviço da generosidade, por ser um poderoso veículo de inspiração, esta jovem e dinâmica instituição merece minha admiração! (vai aqui minha admiração pelo  trabalho de Nuno Martins! -- veja o vídeo).

Acho que as grandes, as maiores realizações da humanidade foram feitas assim: por pessoas altamente motivadas e impelidas por um ideal (resgatei a memória de uma antiga leitura de José de Alencar: “a razão cardeal de toda a superioridade humana é sem dúvida a vontade. O poder nasce do querer. sempre que o homem aplicar a veemência e a perseverante energia de sua alma a um fim, ele vencerá os obstáculos e, se não atingir o alvo, pelo menos fará coisas admiráveis. Mas para que o homem se entregue assim a uma idéia e se cative a um pensamento, é necessário ser atraído irresistivelmente, ser impelido pelo entusiasmo."). É exatamente o que a SingularityU está tentando promover.

Já é meio antigo, mas vale a pena ver de novo a palestra no TED em que a SingularityU foi lançada (é possível escolher legendas em Pt-br).

Feliz, grande, melhor, mais saudável e inteligente 2011 para todos! Um Fabuloso Futuro!

Um comentário:

  1. Só tive conhecimento por acaso da participação de um português na SingularityU quando pesquisava por informação do interessante projecto ACASA para uma publicação no meu blog.
    http://ourfuturetech.blogspot.com/2011/04/contour-craft-impressora-de-edificios_04.html

    Numa entrevista que li o Nuno falava da falta de interesse por parte da media portuguesa em entrevistá-lo comparando com o que os colegas da SingularityU obtiveram nos seus respectivos países.

    ResponderExcluir