Ocorreu um erro neste gadget

domingo, 20 de março de 2011

Robôs ganham licitações e preocupam empresários

Da Folha de S. Paulo (assinantes da Folha ou do UOL podem ler a notícia completa aqui).



                                 São Paulo, domingo, 20 de março de 2011 



Próximo Texto | Índice | Comunicar Erros 

Robôs ganham licitações e preocupam empresários

Lance automático em pregões do governo exclui quem não tem o software

Paula Giolito/Folhapress

O empresário Henrique Dendrih, que tem nas vendas para o governo 70% de seu faturamento médio, se diz prejudicado 

MARCOS DE VASCONCELLOS
DE SÃO PAULO 

Programas de computador usados para dar lances automáticos em pregões públicos eletrônicos, realizados na internet, estão causando problemas para empresários em compras governamentais.
Também chamados de robôs, os softwares são vendidos por preços que vão de R$ 1.400 a R$ 5.500 e garantem o primeiro lugar na disputa.
A cada oferta dada por um concorrente, os robôs dão lances mais baixos em menos de um segundo -uma pessoa demora seis segundos- até o encerramento do pregão ou até o limite de preço definido pelo usuário. (...)

Próximo Texto: Legalidade de robô é polêmica

2 comentários:

  1. Sobre o tema:
    http://www.institutocertame.com.br/em-primeira-mao-uso-de-robos-em-licitacoes

    ResponderExcluir
  2. Nossos softwares "robôs" como ficaram conhecidos, permite que você pequeno empresário, possa concorrer com as empresas que sempre "ganham todas".

    Utilizando um de nossos softwares (www.data-fighter.com/BNET.html) sua empresa passa a ter as mesmas chances de grandes empresas ao tentar via pregão eletrônico fechar um bom contrato com o governo e etc.

    Conheco diversas pessoas que hoje me agradecem por estar concorrendo de igual para igual com empresas que possuem infinitos recursos e estratégias em pregões eletrônicos, e tudo graças ao uso de um software que automatiza 100% dos processos de envio de lances e propõe a inclusão de pessoas com mobilidade reduzida no ambiente de trabalho para este serviço.

    não é certo dizer que o uso dos robôs "fere a isonomia" tanto quanto é certo dizer que essa é uma ferramente necessária a quem deseja velocidade, minimizar erros de digitação e stress entre diversos outros fatores.

    Com ou sem robô, nunca haverá essa isonomia que tanto preocupa, pois a velocidade da internet, do processador e a distancia do servidor são entre outros, fatores que ferem a isonomia entre os participantes, se informe com seu departamento de TI.

    Aguardo seus comentarios e duvidas ok.

    Igor D Azevedo
    Eng. de Software
    igor.engenharia@bol.com.br
    011 8342 3200
    011 2985 3200

    ResponderExcluir